Pages Menu
Categories Menu

Postado por em fev 2, 2015 em Blog | 0 Comentários

Chuva de aranha? O que foi isso?

Por que o céu ficou lotado de aranhas? Há risco?

Em uma rápida procura na internet pode te apresentar vídeos que seriam mais bem descritos como “o apocalipse para aracnofóbicos”. Também conhecido como “Céu de aranhas”, este evento consiste em uma teia comunitária enorme com milhares de aranhas, se projetando por vários metros, cobrindo ruas casas e árvores inteiras. Como a teia é de difícil visualização, a impressão é que você esta cercado por milhares de aranhas flutuando ao seu redor.

Por incrível que pareça, esse fenômeno não chega a ser raro, ocorrendo por grande parte do mundo, inclusive no Brasil. Tudo não passa de uma grande teia comunitária de aranhas, frequentemente do gênero Parawixia, onde cada aranha tece um pedaço a partir de um local alto como uma arvore ou poste. No resto do tempo (quando não em atividade na teia) essas aranhas costumam se agrupar em algum canto, formando um verdadeiro “bolo” de aranhas.

Antes de pegar seu lança-chamas e matá-las antes de procriar mais, saiba que estas aranhas não apresentam grande risco direto à saúde humana (risco de vida). Apesar de uma picada ter o potencial de causar dor, desconforto ou uma infecção, temos que lembrar que com a teia as aranhas capturam insetos, inclusive mosquitos, ajudando a controlar a população de pragas e vetores incômodos.

Há outro fenômeno onde aranhas, como as do gênero Anelosimus, fazem teias recobrindo as superfícies e copas das árvores (que ficam parecendo um algodão-doce gigante).

Este evento também acontece em grande parte do mundo, mas tende a estar mais ligado às aranhas fugindo de enchentes e alagamentos se abrigando em áreas altas. O mais importante é que neste caso as aranhas também não apresentam risco de vida direto a humanos.

 

Veja Mais:

http://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2015/01/infestacao-de-aranhas-em-sao-manuel-assusta-moradores.html

Social Share Toolbar