Pages Menu
Categories Menu

Formigas

Dedetização de Formigas no Rio de Janeiro – Desinsetização

Biologia

As formigas formam o grupo mais popular da classe Insecta . Estes insetos pertence a ordem Hymenoptera, assim como as abelhas e as vespas, e fazem parte de uma única família (Formicidae), onde encontramos mais de 12.500 espécies descritas.

De uma forma geral, estes insetos são muito importantes para o meio ambiente, pela grande aeração do solo que propiciam e por predar pragas e vetores, incluindo outras formigas. No entanto, na lavoura é uma praga voraz e no interior das habitações significam risco de transmissão de doenças e prejuízos ao homem.

formiga1

O ciclo de vida destes insetos é holometabólico, ou seja, passam pelos estágios de ovo, larvas, pupas e adultos. Constituem uma sociedade bem estratificada, composta de Rainha, Rei (zangão – morre logo após a copula), Soldados, Operários e Reprodutores, com funções sociais bem características, como indicam os nomes de cada casta.

Em áreas urbanas são encontradas Espécies de formigas de 13 Gêneros diferentes. A maioria destas espécies é “doceira”, como é o caso da Tapinoma melanocephalum, normalmente chamada “formiga doceira”, “formiga fantasma”.

Conforme a biologia de cada espécie de formiga, seus formigueiros são construídos no interior ou exterior das edificações ou em ambos locais. Dependendo da espécie pode haver um único formigueiro, ou vários, interligados e com rainhas em todos eles.

A reprodução sexuada é realizada pela rainha e pelos machos, através do voo nupcial. A rainha vive sempre dentro do formigueiro e é maior que o reto das formigas da colônia. Uma vez fecundada, perde as asas e põe ovos durante toda a sua vida. Os machos aparecem somente quando é necessário fecundar uma nova rainha, o que acontece durante um voo em que participam milhares de fêmeas e machos alados. Depois da fecundação, os machos são impedidos de entrar no formigueiro e geralmente morrem rapidamente.

Além da reprodução sexuada, as formigas de algumas espécies geralmente se utilizam de outro método para o aumento da população, que consiste na divisão dos indivíduos de um formigueiro para formar novos formigueiros distintos, levando inclusive uma parte, ou a totalidade dos ovos, principalmente quando a colônia se encontra ameaçada (inseticidas ou outros fatores).

Nos casos mais corriqueiros do nosso intradomicílio, este tipo de reprodução de uma colônia pode ser facilmente observado. Quem já não viu uma grande “procissão” de formigas se deslocando de um ponto para outro, carregando os ovos e penetrando em uma fresta entre os azulejos?

formiga2

Os pequenos vãos existentes atrás dos azulejos, as células dos tijolos, interior de eletrodomésticos e embalagens de alimentos, são alguns locais onde algumas espécies de formigas estabelecem seus formigueiros no interior das edificações.

Importância Sanitária

As formigas frequentam substratos insalubres contaminados por diferentes microorganismos patogênicos. Transitam também no alimento humano, roem os lábios de recém nascidos (para comer o regurgito).

Social Share Toolbar